Índice de Artigos

Colônia Portuguesa
1495 - 1822

 

D. JOÃO IV

O Restaurador
(01/12/1640 à 06/11/1656)

 

A revolução nacional, ou Restauração, pôs fim a sessenta anos de domínio espanhol sobre Portugal e levou ao trono D. João IV o Restaurador, que deu início à dinastia dos Braganças. João IV nasceu em Vila Viçosa, Portugal, em 18 ou 19 de março de 1604. Neto de Catarina de Bragança, pretendente à sucessão de D. Sebastião e o mais rico nobre de Portugal, aguardou em sua residência ducal de Évora o triunfo da Restauração, em Lisboa, que o aclamou rei. Casou-se, em 1633, com dona Luísa de Gusmão, filha do duque espanhol de Medina-Sidonia, mulher ambiciosa que estimulou sua pretensão à realeza e lhe deu quatro filhos, dos quais vieram a suceder-lhe D. Afonso VI e D. Pedro II. O arcebispo de Braga encabeçou uma conspiração para restituir a coroa ao espanhol D. Filipe IV. Denunciada a trama, foram condenados à morte vários membros da nobreza e, à prisão, os eclesiásticos. D. João IV fez alianças com os ingleses e governou por intermédio das Cortes de Lisboa. Derrotou em Montijo (1644) nova investida dos espanhóis, que desistiram de tentativas posteriores. Com sua morte, ocorrida em Lisboa em 6 de novembro de 1656, a rainha dona Luísa tornou-se regente do filho Afonso VI.

 Fonte: Antigo site "Nomismatike"