Classificação das Cédulas

(IBNS – International Bank Note Society)

 

A classificação das cédulas é o componente mais controverso do colecionismo de papel-moeda. Pequenas diferenças no grau podem representar diferenças significativas no valor. O processo de classificação é tão subjetivo e dependente de influências externas, tais como iluminação, que mesmo uma pessoa muito experiente pode muito bem graduar a mesma cédula de forma diferente em ocasiões distintas.

Para facilitar a comunicação entre vendedores e compradores, é essencial que os termos de classificação e seus significados sejam padronizados e tão amplamente utilizados em modo comum quanto possível. Uma dificuldade com a classificação é que as graduações mais aceitas e recomendadas não são usadas em todos os lugares e por todos. Por exemplo, na Europa, o grau "About Uncirculated" (AU) não é muito utilizado, mas na América do Norte seu uso é generalizado. O termo europeu "GoodVF" pode corresponder ao que as pessoas na América do Norte chamariam "Extremely Fine" (EF).

As cédulas e definições descritas pela IBNS não conseguem conciliar todos os vários sistemas e variantes da terminologia de classificação. A tentativa é de minimizar a controvérsia com a aplicação de bom senso, com definições que visam dar um significado mais preciso para a linguagem de classificação de papel-moeda.

 

Como Olhar Para Uma Cédula

 

A fim de verificar a classificação de uma cédula, é essencial examiná-la fora de invólucros protetores e sob uma boa iluminação. Tente segurá-la obliquamente posicionando-a entre seus olhos e a fonte de luz. Mova a cédula em torno de seu eixo de modo que a luz seja refletida em diferentes ângulos. Dobras difíceis de ver ou pequenos vincos irão aparecer nessas condições. Em alguns casos, esses vincos poderão ser detectados tocando-se levemente a cédula ao longo de sua superfície.

 

Limpeza, Lavagem, Prensagem de Cédulas

 

Limpeza, lavagem ou prensagem do papel-moeda é geralmente prejudicial e reduz tanto o grau de conservação quanto o valor numismático. No mínimo, uma cédula lavada ou pressionada pode perder o brilho original e sua superfície pode se tornar sem vida e sem cor. Os defeitos existentes de uma cédula, como dobras e vincos, não podem ser completamente eliminados e suas marcas indicativas podem ser detectadas sob uma boa luz. Cédulas lavadas descuidadamente ainda podem ganhar listras brancas, onde existirem pregas ou dobras.

Limpar, lavar ou prensar uma cédula classificada inicialmente como “Extremely Fine” irá reduzi-la, automaticamente, pelo menos um nível em sua graduação.

Cola, fita adesiva, ou marcas de lápis podem às vezes ser removidas com êxito. Mesmo que tal remoção não traga uma superfície inteiramente limpa, deverá melhorar a aparência global da cédula, porém sem esconder quaisquer dos seus defeitos. Sob tais circunstâncias, o grau da cédula também pode ser melhorado.

As palavras "furada", "rasgada", "aparada", "escrita na superfície", "marcas de fita", etc, devem ser sempre adicionadas à descrição na avaliação de uma cédula. Percebe-se que em alguns países rotineiramente as suas cédulas são agrupadas e grampeadas antes da emissão. Em tais casos, a descrição pode incluir um comentário como "furos descontínuos habituais" ou algo semelhante. Afinal, nem todo mundo sabe que tal e tal cédula não pode ser encontrada de outra forma.

A questão é que não se pode reduzir a classificação de uma cédula simplesmente por causa desses tipos de defeitos específicos. O preço deve refletir o valor reduzido de uma cédula defeituosa, mas a descrição deve sempre incluir que os defeitos são específicos.

 

O Termo "Uncirculated" – UNC (Não Circulada)

 

A palavra "Uncirculated" (Não Circulada) é utilizada apenas como uma medida qualitativa da aparência de uma cédula. Não tem nada a ver com o fato dela ter sido ou não liberada pelo agente emissor para circulação. Assim, o termo "About Uncirculated" – AU (Quase Não Circulada) é justificado e aceitável porque algumas cédulas, mesmo que nunca tenham entrado de fato em circulação pública podem ter sido ligeiramente danificadas por manuseio e por isso são classificadas, no máximo, com o grau AU. Destaques ou defeitos de cor, de centragem e similares podem ser incluídos na avaliação de uma cédula, mas o fato ter ou não entrado em circulação pública não deve ser um ponto de discussão considerado.